FREIO DE OURO
09/06/2013 | 12h09

São Borja (RS) já tem seus classificados ao Freio de Ouro 2013

Em prova disputadíssima, AS Malke Tempestade e Las Misiones Missioneiro vencem suas categorias

Atualizada em 10/06/2013 às 21h52
  • Enviar
Especial ABCCC/
Foto: Especial ABCCC
Leonardo Collares, montando Veridiana de São Pedro, foi um dos destaques da competição

Domingo, dia 9, foi dia de Freio de Ouro em São Borja, fronteira oeste do Rio Grande do Sul. A cidade, que já produziu campeões do circuito, foi o palco de uma disputa acirrada nas duas categorias. O público compareceu em peso ao Parque de Exposições General Serafim Dornelles Vargas e conferiu mais oito animais carimbarem seus passaportes para a grande final do Freio, que acontece em Esteio (RS) durante a Expointer, a maior feira agropecuária da América Latina.

Liderando desde o começo da manhã, AS Malke Tempestade, montada por Gabriel Marty, garantiu a primeira colocação e a participação no Freio de Ouro 2013, com 19,236 pontos. Veridiana de São Pedro, montada por Leonardo Collares, filho do experiente ginete Lindor, classificou-se em segundo lugar entre as fêmeas (18,943 de média final). Vivenda do Purunã (18,903) e Lanquera Cala Bassa (18,793) completaram o rol de classificadas na prova.

Entre os machos, Las Misiones Missioneiro, com Marcio Maciel, conquistou a primeira colocação com 20,206 pontos. Daniel Teixeira, com 20,169, classificou Escudo da Ronda no segundo lugar. De Don Juanito da Reservada, com Adriano Streck, ficou em terceiro, com 19,980 pontos. Sargento do Itapororó, também com Gabriel Marty, foi o último classificado com 19,541 pontos. Já Nativo do HB (19,380) e Fandango da Cabanha Ferraria (19,334) ficaram como reservas de luxo.

Não podendo ser diferente, Leonardo Collares Luiz, aos 14 anos, foi eleito ginete destaque da classificatória, igualando o feito de Daniel Teixeita, também destacado com a mesma idade.

– Apesar de ser meu pai, é um adversário. Só que um adversário que me ajuda – comentou o garoto sobre competir ao lado do pai coruja, Lindor Collares Luiz.

A prova foi organizada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) com o apoio do núcleo local e da prefeitura. Supervisionados pelo técnico Henrique Gonzalez, machos e fêmeas foram avaliados pelos criadores João Luis Arísio, Francisco Fleck e Marco Antônio Stumpf.

Mangueira

Domingo amanheceu com sete éguas emboladas nas primeiras colocações, todas com mais de 17 pontos de média. Com a disputa acirrada, ficou para a final da mangueira  apontar o caminho da classificação.

Jotace Ramada, montada por Onildo Nunes, não teve sorte com o novilho, mas ainda assim realizou uma ótima prova, avançando da terceira para a segunda colocação.

Leonardo Collares Luiz, filho de Lindor, estreou no circuito Freio de Ouro aos 14 anos. Montando Veridiana de São Pedro, o conjunto realizou ótimo aparte, mas não foi bem nas pechadas. Assim, deixou a segunda posição para a quarta.

Liderando a classificatória desde o sábado, AS Malke Tempestade, com Gabriel Marty, realizou a melhor prova de mangueira entre as fêmeas. Com bom aparte e rápida definição da primeira pechada, apesar de demora na segunda, a égua foi o destaque da categoria, com 16,164 pontos na prova, distanciando-se da segunda colocada.

Buena Fé de São Antônio, com Lindor Collares, caiu da quarta para a sexta colocação, enquanto Lanquera Cala Basssa, com Marcelo Móglia, avançou da quinta para a terceira posição.

Entre os machos, as médias eram maiores no começo do dia: Las Misiones Missioneiro e Escudo da Ronda haviam ultrapassado os 19 pontos de média, enquanto mais três animais já estavam na casa dos 18.

A melhor prova da categoria foi de Nativo do HB, com Filipe Silveira de Ávila, que saiu da sexta para a quinta colocação, beirando a zona de classificação e colocando pressão na frente.

Escundo da Ronda, com Daniel Teixeira, manteve a segunda colocação. De Don Juanito da Reservada precisou de ajuda do ginete Adriano Streck para realizar o aparte, resultando em notas baixas, e assim trocando de posições com Sargento do Itapororó, com Gabriel Marty, o novo terceiro colocado.

Correndo na primeira colocação, Las Misiones Missioneiro, com Marcio Maciel, que havia realizado a melhor prova de mangueira no sábado, acabou perdendo apoio nos posteriores e caíndo na pista. Apesar do tombo feio, Las Misiones Missioneiro manteve a primeira colocação.

Bayard-Sarmento

Destaque da prova, AS Malke Tempestade manteve a primeira colocação; enquanto Jotace Ramada, manteve-se em segundo lugar.

Destaque de toda classificatória, o jovem Leonardo Collares liderou Veridiana de São Pedro em uma belíssima prova de recuperação, roubando a colocação de Lanquera Cala Bassa, que caiu para a quarta posição.

Vivenda do Purunã continuou correndo por fora, como quinta colocada, enquanto Caçador 13 Caminera ultrapassou Buena Fé de São Antônio para ocupar o sexto lugar e pressionar as primeiras colocadas.

A prova dos machos começou com a notícia de que Orelhano ICO, então na oitava colocação montado por Charles Fagundes, estava de fora da classificatória, atestado por veterinário. Até o fim da transmissão, a reportagem do RuralBR não conseguiu apurar o motivo da exclusão do garanhão.

Las Misiones Missioneiro, com 14,167 na Bayard-Sarmento, manteve-se na primeira colocação, mas a disputa entre os machos continuou palmo a palmo. Pouco mais de vinte décimos atrás, Escudo da Ronda, montado por Daniel Teixeira, permaneceu na segunda posição.

Melhor esbarrada e VSP no sábado, Sargento do Itapororó, com Gabriel Marty, não conseguiu repetir o bom desempenho e caiu para a quarta colocação, deixando De Don Juanito da Reservada avançar.

Nativo do HB, menos de um centésimo atrás do quarto colocado, e Juego do Infinito, que saiu da sétima para a sexta posição, cercaram a zona de classificação.

Prova de Campo

A prova de campo mais uma vez foi decisiva para definir os classificados ao Freio de Ouro 2013. Com paleteadas perfeitas, Veridiana de São Pedro, Vivenda do Purunã e Lanquera Cala Bassa avançaram no ranking e garantiram vagas na final.

Já Jotace Ramada, que fez dupla com a primeira colocada, AS Malke Tempestade, não foi bem na prova de campo e acabou perdendo a classificação que parecia garantida. Tempestade, por outro lado, foi só comemoração: única égua a ultrapassar os 19 pontos (19,326), o animal montado por Gabriel Marty carimbou seu passaporte.

Nos machos, a classificatória foi decidida somente no último suspiro. O tom de disputa palmo a palmo prosseguiu até a última dupla, quando Las Misiones Missioneiro e Escudo da Ronda pisaram na pista. Penalizados com um ponto de placa logo quando a novilha saiu do brete, os dois conjuntos foram obrigados a fazer uma prova de recuperação. Sem problemas. Ao fim das paleteadas, ambos estavam classificados.

De Don Juanito da Reservada e Sargento do Itapororó completaram o rol de classificados na etapa. Já Nativo do HB, com 19,380, tornou-se reserva de luxo, assim como Fandango da Cabanha Ferraria, que chamou atenção ao alcançar 19 pontos na Prova de Campo.

O circuito Freio de Ouro 2013 prossegue no próximo fim de semana, quando a região 6 decide suas classificadas em Camaquã (RS). O Canal Rural e o C2Rural transmitem o último dia de provas ao vivo a partir das 9h do domingo, dia 16.

>> Confira a galeria de classificados

Confira o resultado:

Fêmeas

1° lugar
AS Malke Tempestade, filha de Mackenna Guindo e AS Malke Herramienta; criador Agro Pecuária Schwanck Ltda e expositor José Schutz Schwanck, Cabanha Malke, Uruguaiana/RS
Ginete: Gabriel Marty. Notal final: 19,326
 
2° lugar
Veridiana de São Pedro, filha de Pama de São Pedro e Rola de São Pedro; criador e expositor Eduardo Macedo Linhares, GAP São Pedro, Uruguaiana/RS
Ginete: Leonardo Collares Luiz. Nota final: 18,943
 
3° lugar
Vivenda do Purunã, filha de Muchacho de Santa Angélica e Morocha do Purunã; criador e expositor Mariano Lemanski, Cabanha Sâo Rafael, Balsa Nova/RS
Ginete: Daniel Teixeira. Nota final: 18,903
 
4° lugar
Lanquera Cala Bassa, filha de Palanquero de Santa Margarida e Firmeza do Piraí 715 Campeiro; criador e expositor Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Cala Bassa, Bagé/RS
Ginete: Marcelo Rezende Móglia. Nota final: 18, 793
 
Machos
1° lugar
Las Misiones Missioneiro, filho Las Missiones Couro Cru e Querência de São Martim; criador e expositor Fernando Gonçalves do Nascimento, Cabanha Las Missiones, São Luiz Gonzaga/RS
Ginete: Marcio Maciel. Nota final: 20,206
 
2° lugar
Escudo da Ronda, filho de Jurado da Tradição e Ocasião 1490 da Tradição; criador Laura e Ana Luiza Bastos Fernandes e expositor Maria Cristina Bastos Fernandes e Condomínio Escudo da Ronda, Estância Princípio, Uruguaiana/RS
Ginete: Daniel Teixeira. Notal final: 20,169
 
3° lugar
De Don Juanito da Reservada, filho de Osorno do Itaó e Raio de Sol; criador e expositor João Carlos Medeiros, Cabanha Reservada, Novo Hamburgo/RS
Ginete: Adriano Streck. Nota final: 19,980
 
4° lugar
Sargento do Itapororó, filho de Macanudo do Itapororó e Princesa do Itapororó; criador Nestor M. Jardim Neto e Maria Jardim e expositor Condomínio Rural Itapororó, Cabanha Itapororó Santa Marta, Alegrete/RS
Ginete: Gabriel Marty. Notal final: 19,541




RURALBR

  • Enviar

Busca

Canal Rural

© 2011-2014 RuralBR.com.br

Todos os direitos reservados